Pesquisar este blog

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

NÃO SOU MADRE TERESA DE CALCULTAR




"Não sou “Madre Teresa de Calcutá”, ou um Mahatma Gandhi; tenho meus assomos de egoísmos, alguma soberba, até. Dispenso, no entanto, o confiteor. As reflexões, sim, são frutos da inversão dos valores éticos, morais e, sobretudo humanos a que hoje, complacentes, assistimos, através de todos os meios de comunicação." (Sérgio Agra)
Começo minha postagem hoje com uma citação, advertindo que realmente não sou um confiteor, tenho a preferencia pela minha ligação direta com o Senhor Todo Poderoso, dispenso a intervenção humana entre mim e Deus.
Aprendi que Jesus Cristo já fez a ponte, então temos livre acesso ao Pai. Eu realmente queria ter o poder de proferir palavras mágicas, tipo assim: Levanta-te desta cadeira de rodas e anda! Meu Deus fico indignada de ser tão limitada, as vezes me pergunto porque ñ nasci com uma mente brilhante como a de quem inventou o FACEBOOK, se tivesse a metade do dinheiro que ele tem ajudaria muitas pessoas, mas Deus sabe como foi formada esse meu desejo de AJUDA E MISÉRICORDIA. Quem não conhece as dificuldades da vida não tem noção do valor de um simples movimento de mãos, da sensação do toque de seus pés na areia.
Eu posso sentir a areia sob os meus pés, posso tocar na areia e deixá-la escorrer entre os meus dedos, devido a mobilidade que tenho em minhas mãos, meu cérebro tem inteira conexão com todas as partes do meu corpo, assim fisicamente sou perfeita. Eu posso me expressar porque minhas cordas vocais são perfeitas, eu posso ver o desabrochar das flores na primavera, porém há quem só enchergue a escuridão, quem nunca vai saber o que é a sencibilidade de um toque.
Eu posso fazer um pouco, meu visinho um pouco, meu bairro um pouco, nosso governo um pouco, e vc também pode doar um pouco; um ombro que vc doa para alguém é incalculável, um sorriso, uma mão amiga, uma palavra de conforto.Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. 1Joao 4:8, E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará. Mt 24:12.
Difícil coisa é ver quem está em abastança, ajudar alguém, simplesmente por se amar, porque quem ama a si, ama a seu próximo, Louve ao Senhor óh minha alma. Eu tenho fé, talvez haja um milhão de pessoas com os mesmos sentimentos que eu, que ainda acreditem em compartilhar por amor, posso garantir que doar é melhor do que receber, e assim podemos atrair mais e mais...


video video

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Jesus nos Ensinou a Compartilhar

João 6.1-15
Um camponês quiz oferecer um café da manhã para seus amigos então convidou seus amigos, num total de 60 pessoas.
Porém o café era suficiente, mas só pode comprar 15 pães de 50 grs; os convidados chegaram.
Então para que todos compartilhassem o café da manhã teve uma idéia, leu João 6.1-15:

Depois disto partiu Jesus para o outro lado do mar da Galiléia, que é o de Tiberíades.

E grande multidão o seguia, porque via os sinais que operava sobre os enfermos.

E Jesus subiu ao monte, e assentou-se ali com os seus discípulos.

E a páscoa, a festa dos judeus, estava próxima.

Então Jesus, levantando os olhos, e vendo que uma grande multidão vinha ter com ele, disse a Filipe: Onde compraremos pão, para estes comerem?

Mas dizia isto para o experimentar; porque ele bem sabia o que havia de fazer.

Filipe respondeu-lhe: Duzentos dinheiros de pão não lhes bastarão, para que cada um deles tome um pouco.

E um dos seus discípulos, André, irmão de Simão Pedro, disse-lhe:

Está aqui um rapaz que tem cinco pães de cevada e dois peixinhos; mas que é isto para tantos?

E disse Jesus: Mandai assentar os homens. E havia muita relva naquele lugar. Assentaram-se, pois, os homens em número de quase cinco mil.

E Jesus tomou os pães e, havendo dado graças, repartiu-os pelos discípulos, e os discípulos pelos que estavam assentados; e igualmente também dos peixes, quanto eles queriam.

E, quando estavam saciados, disse aos seus discípulos: Recolhei os pedaços que sobejaram, para que nada se perca.

Recolheram-nos, pois, e encheram doze alcofas de pedaços dos cinco pães de cevada, que sobejaram aos que haviam comido.

Vendo, pois, aqueles homens o milagre que Jesus tinha feito, diziam: Este é verdadeiramente o profeta que devia vir ao mundo.

Após a leitura da palavra orou dando graças e pediu para cada convidado que repartisse seu pão em 4 partes e assim todos puderam comer e beber.

Em nossas vidas, mesmo tendo pouco podemos compartilhar: tempo, amizade, amor; não é preciso se esperar ganhar na loto para compartilharmos o que temos, sempre há o que dividir. Sempre haverá algo que possamos fazer por nosso próximo.

Somos perfeitos, temos tudo, mas nem todos têm a mesma sorte, mas mesmo assim não desistem, e o pouco que têm dividem, para tornar a vida de alguém mais prazerosa.

Bom final de semana!



terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

PERDÃO




7. Os ensinos de Jesus sobre o Perdão
para falar sobre este tópico do trabalho, convém citar na integra o artigo escrito pela professora Luciane Cordeiro, em seu estudo sobre o perdão faz as seguintes colocações:
“Então Pedro, aproximando-se, lhe perguntou? Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu hei de perdoar? Até sete? Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete; mas até setenta vezes sete.(Mateus 18:21, 22).
Todos nós queremos ser perdoados, porque é muito ruim carregar remorso por algo que possamos ter feito ao nosso próximo que o tenha magoado, quando não obtemos perdão muitas das vezes perdemos até o apetite, perdemos o animo e até a vontade de viver, mas se temos amor ao próximo como Deus nos ensinou, não vamos querer que se sintam assim ao nosso respeito, daí a necessidade de liberarmos perdão. Se não perdoamos então como esperamos obter perdão de Deus? Lá em Marcos 11: 25 nos diz que Quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que também vosso Pai que está no céu, vos perdoe as vossas ofensas.
Jesus Cristo deseja que você perdoe o seu irmão, não só uma, mas infinitas vezes, existem pessoas que perdoam, mas o seu perdão é limitado, logo ele acha que não precisa mais perdoar e que já fez o que Deus queria, e então exclui a pessoa que o tenha magoado de sua vida, será que é assim que Deus age com você? Será que é assim que Deus age comigo? Será que é assim que Deus age conosco? Será que somos capazes de acertar o número de vezes que Deus já nos perdoou? (Luciane Cordeiro dos Santos)”
Na visão da professora Luciane, Cristo nos ensinou um perdão ilimitado, ele não tem fim, e deve ser usado continuamente.
“Se existe alguém entre nós que tenha pecado menos que sete vezes setenta até o dia de hoje eu quero te dar os parabéns! Acho que é impossível alguém saber isso; nós pecamos a todo minuto, não sabemos conviver com as regras de Deus, os pensamentos Dele são muito mais alto do que os nossos, não sabemos nem mesmo se estamos O agradando! (Luciane Cordeiro dos Santos)”
Segundo a professora Jesus não ensinou um perdão que implique em justificação: “O perdão não é justificar-se ou desculpar-se pelo pecado. Isto não pressupõe mudança em sua atitude a respeito do certo e do errado.” Há que se reconhecer que tem coerência a opinião da professora supracitada.
Para a professora Jesus também não nos ensinou a amnésia como forma de perdoar: “O perdão não requer que o pecado seja esquecido. Deus tem esse poder, nós não. Perdão significa que, muito embora você se lembre da magoa, você esquece a necessidade de punir a outra pessoa.” Apesar de ser difícil esta compreensão, pode se considerá-la aceitável.
“O perdão não exige a negação de seu sofrimento, magoa ou raiva. João 11.35 “Jesus chorou”. Pode levar tempo para que seus sentimentos sejam superados e se compatibilize permanente com a sua decisão de Perdoar.” Pra que haja o perdão segundo os ensinamentos de Jesus é necessário esta compatibilização entre o desejo e o perdão de fato, sem simulações, mas com sinceridade de coração.
De modo semelhante, perdão não significa abafar sua angustia. Mateus 26.38 “Então lhes disse: A minha alma está triste até a morte; ficai aqui e vigiai comigo.”É lógico que se formos feridos e magoados vamos sofre, de modo contrário seriamos insensíveis. Pode demorar que a ferida cicatrize muito embora você tenha perdoado a pessoa que o ofendeu.
O perdão nem sequer significa uma reconciliação instantânea e plena. Mesmo quando você perdoa pode passar algum tempo e exigir algum esforço para que ambas as partes reconstruam a confiança.
Se observarmos o exemplo de Deus e pensarmos em agradá-lo, poderemos conseguir liberar o perdão genuíno. “O perdão genuíno que Jesus nos ensinou é muito mais complexo, do que simplesmente dizer que perdoou!”
Éfesios 4:32 nos exorta que: “Antes sede bondosos uns para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.” Este foi o legado de Jesus quanto ao perdão.
Note que nos diz “antes”, antes de quê? Antes de qualquer coisa! Antes de se dirigir a Deus, antes de Pedir qualquer coisa a Deus, perdoe primeiro a quem tenha te ofendido. O ato do perdão demonstra compaixão, bondade e amor pelo seu próximo!
Note também que nos diz “que nos perdoemos assim como Deus em Cristo Jesus nos perdoou” como Deus em Cristo nos perdoou? Deus não esperou que pedíssemos, sabendo da importância do perdão, sacrificou seu próprio filho para que pudéssemos obter perdão por intermédio dele, e assim nos tornarmos herdeiros da Salvação.
Em Lucas 23, podemos encontrar todo o sofrimento que Ele o Senhor Jesus suportou por nós; lá em Lucas 23:34 demonstra o Gesto mais grandioso e talvez até impossível para uma pessoa comum, enquanto Cristo era humilhado, escarnecido, torturado e enquanto Ele sofria, ato em que era ofendido, Ele perdoava: “Pai perdoa-lhes porque não sabem o que fazem”... Jesus demonstrou que:
(a). o perdão abraça os ofensores Cristo ofereceu perdão aos mesmos que tanto o magoaram. E isto não é tudo. Ele ofereceu-lhes perdão quando eles ainda o estavam magoando.
(b). O perdão toma a iniciativa.Deus desejou tanto sua comunhão com Ele que teve a iniciativa de perdoá-lo. Ele não esperou que o merecêssemos.
(c). o perdão abre mão de todos os direitos de punir. Deus cancelou nossos débitos para com Ele. Nós merecíamos morrer como castigo pelos nossos pecados Romanos 6.23 “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor”.Porem Deus sabendo da nossa impossibilidade de pagarmos os nossos débitos para com Ele enviou seu filho para que pagasse por nós, e em vez de nos punir por termos rejeitado e matado seu filho Ele nos oferece a vida Eterna.
De fato a professora Luciane colocou de forma sintetizada o ensinamento que Jesus nos passou a respeito do perdão, seu artigo foi fundamentado na bíblia, e, é providencial a citação de tal artigo, pelo fato de ter feito parte da nossa pesquisa, e de ser interessante, as colocações transcritas acima.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

CONFLITOS PODEM GERAR: CRESCIMENTO ESPIRITUAL E PESSOAL

Na postagem de ontém, houveram alguns problemas com a edição do vídeo, hoje estamos postando novamente com as devidas correções.
No mundo atual, vivemos em meio a intensos conflitos, (FOGO), estes são oriundos de vários motivos, como luta por territórios, pela independêcia, por questões religiosas, recursos naturais e minerais, e na nossa vida pessoal e profissional também. Estes constituem desafios que temos que vencer diariamente. Escute o nosso vídeo sobre esta questão, numa visão psicológica e espiritual.

video

Conflitos são para o nosso crescimento pessoal e espiritual

A postagem de ontém teve alguns problemas na edição do vídeo, hoje estamos postando com as devidas correções!

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Os Conflitos são para crescimento pessoal

video

O que incomoda não é a fofoca dos inimigos e sim o silêncio dos nossos amigos!

Prefiro mil vezes a resposta franca e ríspida de meus amigos àos falsos abraços de meus inimigos!

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Me obrigaram a ter um título, me convenceram a votar, masssssssssssss

Não me convidaram
Prá esta festa pobre
Que os homens armaram
Prá me convencer
Apagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada
Antes de eu nascer...

Não me ofereceram
Nem um cigarro
Fiquei na porta
Estacionando os carros
Não me elegeram
Chefe de nada
O meu cartão de crédito
É uma navalha...
(Tem que mudar essa realidade, as oportunidades são sempre para as elites, a massa votante fica de fora!) PECAMOS POR CRER EM PESSOAS QUE JULGAMOS CONHECER.
Brasil!
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Prá gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim...

Não me convidaram
Prá essa festa pobre
Que os homens armaram
Prá me convencer
Apagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada
Antes de eu nascer...

Não me sortearam
A garôta do Fantástico
Não me subornaram
Será que é o meu fim?
Ver TV a cores
Na taba de um índio
Programada
Prá só dizer "sim, sim"

Brasil!
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Prá gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim...

Grande pátria
Desimportante
Em nenhum instante
Eu vou te trair
Não, não vou te trair...

Brasil!
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Prá gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim...(2x)

Confia em mim
BRASILLLLLLLLLLLLLLL, FIEL MESMO É SÓ DEUS!
PROF. LUCIANE CORDEIRO

Minha lista de blogs