Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

FUGA, ESCONDERIJO OU LIBERTAÇÃO?

Introdução: O propósito deste livro é tentar descobrir como estamos utilizando a palavra de Deus, se Ela cumpre em nossas vidas o propósito que Jesus esperava, ou se a usamos para fins diversos do que Ele deixou. Muitas vezes atravessamos situações em nossas vidas, em que tudo o que nós queremos é nos esconder ou fugir. Mas há uma outra opção: Libertação. E aí? Tanto para fuga como para Libertação, a palavra de Deus poderá ser usada, depende do anglo em que você a usará em sua vida. Se você, assim como eu, passou por momentos em sua vida em que usou a palavra de Deus como fuga, como uma válvula de escape, para não assumir responsabilidades diante de situações desesperadoras, dizendo – “descansai no Senhor”, como se o que estivesse escrito fosse: “Fique parado que Deus resolverá tudo sozinho por você!”, vamos analisar juntos o que o Espírito de Deus tem me revelado a respeito de nossa covardia. O Senhor revelará, tanto a mim quanto a você, onde temos errado, e porque a situação na maioria das vezes faz é piorar. Temos usado a Palavra de Deus como justificativa pela nossa covardia, temos usado a Palavra como esconderijo para fugirmos de situações onde devemos tomar uma decisão e esquecido de usarmos a Palavra como uma chave para a Libertação; como um abrigo para tomarmos folego, força e recomeçarmos, ou como fuga de decisões em desacordo com a Palavra? Eu convido você a abrir a sua Bíblia, enquanto lê esse livro e o acompanhar na palavra de Deus, e, descobrirmos juntos qual a solução para retomarmos o caminho que deixamos de lado. Eu convido você a assumir essa responsabilidade junto comigo! Para retomarmos o plano original de Deus para as nossas vidas, há a necessidade de mudarmos a nossa atitude em relação à Palavra de Deus, primeiro deixando de fugir, evitando nos esconder nas entrelinhas da Palavra, convertendo nos a Palavra de Deus diariamente, aprendendo de Deus, falando com Deus, ouvindo a voz de Deus, obedecendo aos seus Estatutos, nos perdoando e perdoando aos nossos semelhantes, e por fim mergulharmos na verdade que nos levará a Libertação. “Não fuja, não se esconda, se liberte!” ESTA É A INTRODUÇÃO DO LIVRO (2002): FUGINDO Luciane Cordeiro dos Santos

Nenhum comentário:

Minha lista de blogs